terça-feira, 3 de março de 2009


Em plena Segunda Guerra Mundial, soldados judeus norte-americanos decidem se infiltrar em um exército nazista com um único objetivo: exterminá-los brutalmente.

Esse é o enredo de Inglorious Basterds - remake da produção de 1978 com mesmo título em inglês, Quel maledetto treno blindato no original - dessa vez por Quentin Tarantino. Aclamado por trabalhos como Pulp Fiction (1994) e Kill Bill I (2003) e II (2004), o diretor, escritor, produtor e até ator promete: "Se tudo der certo, estarei de volta em Cannes em 2009 com meu filme de guerra!".

Quem conhece Tarantino logo lembra de filmes sem sequência linear, Uma Thurman e sangue, muito sangue e... jatos de sangue. Inglorious Basterds não há de fugir dessa "vermelhidão", mas o enredo surpreende. Pessoalmente, não sou uma expert em Tarantino e muito menos criadora de teorias da conspiração em cima de seus filmes (como Selton Mello - vide link anterior), mas nunca o imaginei fazendo um filme sobre um tema que é, especialmente atualmente, tão manjado. Mas, tratando-se de Tarantino, não há quem não esteja morrendo de vontade de ver a Segunda Guerra pelos olhos sangrentos do diretor - ainda mais com talentos (e beldades) como Brad Pitt e Diane Kruger atuando.

Mike Myers como Austin Powers: Yeah, baby.

Outra surpresa é Mike Myers (mais conhecido por seu personagem Austin Powers), que também está no filme. Tá aí algo difícil de imaginar: o "Agente Bond Cama" fazendo um filme sério.


Confiram o trailer:



Inglorious Basterds
tem previsão de estréia para o mês de Outubro. Haja coração até lá!



Fontes: Google Imagens, YouTube, IMDb

Um comentário:

Dani disse...

Esse vai ser demais!