quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Especial: reiki

Por André Gomes


Todas as composições materiais são formadas por moléculas de átomos que, por si só, são energia. Portanto, podemos considerar que tudo seja/tenha energia, e que precisamos trabalhá-las, fazer manutenção, assim como cuidamos de um jardim ou de nossa casa.

Através da física quântica e de outros estudos específicos, como a Radiestesia, há como, cientificamente, comprovar que temos campos energéticos além de nosso corpo físico.

Uma terapia alternativa já reconhecida pelo Ministério do Trabalho Brasileiro, o Reiki - método japonês de energização - faz das mãos do aplicador um canal de envio de energias superiores, vitais, cósmicas ou divinas (podemos denominar de acordo com nossas vivências/crenças/experiências). A captação dessa energia é facilmente sentida pela pessoa aplicada, que sente nas mãos do aplicador uma temperatura claramente acima do normal, um bem-estar que se espalha pelo corpo e se mantém horas após a aplicação e quando aplicado em algum ponto onde havia dor, essa é incrivelmente diminuída ou até cessada por completo.


A energia Reiki trabalha os chakras, que podem ser considerados como os “tradutores” do que acontece do campo espiritual ao físico, contribuindo para o melhor funcionamento desses “órgãos espirituais” e, conseqüentemente, para o melhor funcionamento de toda a sua cadeia energética, trabalhando energias dos campos físico, emocional, mental, energético e espiritual.

Desligado de qualquer seita ou religião, o Reiki simplesmente associa-se à espiritualidade de uma forma simples e objetiva. Somos seres espirituais em experiências humanas. Portanto há coerência em trabalharmos o mundo como um todo.

Os sete chakras

O livro “Mãos de Luz” de Bárbara Ann Brennan (Ed. Pensamento, 1997) mostra a visão de uma clarividente sobre a energia (aura) das pessoas e os efeitos dos tratamentos energéticos sobre elas.

Com a prática, tanto do aplicador quanto do aplicado, podemos constatar os benefícios de nos cuidarmos energeticamente para uma melhor fluidez em nossos dia-a-dia, dos mínimos detalhes às situações mais tensas. Não importa a forma, mas a cada dia que passa, nos damos conta de que cuidar com seriedade do nosso Eu-Superior é algo essencial para o bom andamento de nossas vidas.



André Gomes fez cursos de reiki e é praticante. A pedido da equipe do atualize, ele redigiu e nos enviou uma matéria especial sobre o tema. Obrigada, André!

5 comentários:

Letícia disse...

Ai, eu acho Reiki o máximo. Já conhecia e admiro horrores!

Ana "Ninou" disse...

Reiki é demais mesmo! Adorei a participação!

Siv Staniak. disse...

Muito bom mesmo! :D

http://jardim-das-hesperides.blogspot.com

André disse...

Valeu !!!

=)

Renata Espinola disse...

Muito bom, realmente nós traz conforto espiritual.