terça-feira, 25 de novembro de 2008

Cigarro eletrônico?

Por Daniella Bittencourt Féder


A chinesa Golden Dragon Group criou o primeiro cigarro que ajuda a parar de fumar. O e-cigarette funciona à bateria, não precisa de cinzeiro e simula perfeitamente o fumo, emitindo até uma fumaça que na verdade é vapor.
A empresa suíça NicSti também entrou para o ramo dos cigarros eletrônicos, fabricando um modelo que emite o sabor da nicotina, porém sem causar qualquer dano à saúde.

Compre já o seu clicando aqui!

6 comentários:

Cigarrinho Eletronico disse...

Em breve também à venda em www.pechincharia.com

O cigarro eletrônico é legal pro meio ambiente e pra gente.

ahahah

André disse...

Nossa, que irado!!

Eu compraria fácil!!

André disse...

Alguém tem idéia de preço?

Dani disse...

R$ 320... o.o

Caju disse...

Pena que tudo que faz bem a sáude, como alimentos orgânicos, e soluções como estas , custam preços absurdos, e fazem as pessoas desistirem de se cuidar!

Anônimo disse...

Examinem vossas consciências antes de afirmarem tal ou qual coisa a respeito de um produto, principalmente quando este produto possa causar danos à saúde. Ganhar dinheiro, lucrar, é sempre bom – com responsabilidade. Cuidado em vossas afirmações!

Amar ao próximo equivale valorizar não apenas vossos filhos, pais ou entes queridos – isto está longe de ser amor, mas egoísmo. Peço-lhes apenas atenção em vossos comentários não somente neste caso do cigarro eletrônico, mas, em tudo aquilo que possa dirigir-se a outrem.

Desejo sinceramente que tal produto ajude às pessoas pararem de fumar, mas não reconheço até então casos comprovados, desconheço a eficácia do produto. No entanto não quer dizer que não funcione. Minha opinião é nula neste caso. Lembro-lhes, vocês que não fumam, que adquirir o hábito de fumar 'eletronicamente' poderá levá-los ao hábito convencional =D

Peço apenas a atenção quanto às afirmações que temos feito a respeito deste e muitos outros produtos, bem como serviços e outras coisas, apenas visando lucro, sem considerarmos uma solução que mudaria o mundo – ‘Amai uns aos outros sem esperar nada em troca’...
Pensem nisto!

Abraço...